Home » Notícias Jurídicas » Supremo julga questão processual em lei paulista sobre Juizados Especiais

Supremo julga questão processual em lei paulista sobre Juizados Especiais

Supremo julga questão processual
em lei paulista sobre Juizados Especiais

 


06/04/2005 – 19:58h 

         Por unanimidade dos votos, o Supremo Tribunal Federal julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 2257), ajuizada pelo governador de São Paulo, contra a Lei Complementar paulista nº 851/98. A norma, que dispõe sobre o sistema de Juizados Especiais, introduz novas hipóteses de intervenção de procurador-geral de Justiça, em matéria de procedimento penal, além das previstas no Código de Processo Penal (artigo 28).

          Segundo a ação, a lei paulista contraria o princípio da separação dos poderes (art. 2º da Constituição Federal), uma vez que submete ao procurador-geral de Justiça, que está ligado ao Poder Executivo, atos dos juizados especiais. Para a defesa, qualquer modificação, reforma ou anulação do ato judicial somente pode ocorrer por decisão de instância superior do próprio Poder Judiciário.

          Ao analisar o caso, o ministro-relator Eros Grau afirmou que a matéria em questão é de processo, e não de procedimento, e lembrou ser da competência privativa da União legislar sobre direito processual. Assim, Grau julgou procedente a ação e foi acompanhado por todos os ministros.

EC/BB

mais notícias em http://www.stf.gov.br/

Deixe um comentário, se quiser.

E