Home » Ponto Final » As sete pragas do Egito

As sete pragas do Egito

* Paulo Sérgio Leite Fernandes
As sete pragas do Egito
(Ou Cuide da língua, Presidente)

______________________________________________________________________________________________________

               Há dois ou três meses, Fernando I e único, rei do Brasil, visitou o Conselho Federal da Ordem dos Advogados, reaproximando-se da Instituição. Ouvira de Rubens Approbato Machado, na posse do Ministro Marco Aurélio, algumas necessárias observações a respeito da sua forma de conduzir a nação. Alguém o aconselhou, tempos depois, a se entender com os profissionais do direito. Afinal, Fernando só era presidente da República em razão de uma relação de causalidade motivada por conduta maior  da OAB, de alguns poucos jornalistas e de sacerdotes (também não muitos), dedicados à redemocratização do país. Portanto, Fernando I e único tinha saldo devedor na caderneta de poupança da restauração dos direitos e garantias individuais. Precisava mesmo tentar uma composição honrosa conosco. Foi visitar-nos. Infelizmente, não perde algumas manias. Meu velho avô Major João Leite, de Muzambinho (único militar da família, e ainda assim usando dragonas frias, pois a patente lhe vinha da Revolução Paulista), tinha um sestro perigosíssimo: dizia o que lhe vinha à cabeça. É a única semelhança entre meu avô e Fernando I e único, rei do Brasil. Mas vovô sabia das coisas. Quando o risco era grande e gostava do interlocutor, maneirava. Fernando não. Tem coragem de abraçar o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, dentro da nossa casa, e depois espalhar em toda a imprensa nacional que há maus advogados que procuram encontrar brechas na lei para a proteção de criminosos. Mais ou menos isso. Motivou um discreto comentário do Presidente do Supremo Tribunal Federal: se a lei não é boa, deve ser modificada. Até lá precisa ser cumprida. Verdade é que Fernando é sociólogo por formação mas, segundo se propala por aí, precisou exilar-se, no tempo da Ditadura, para não ser preso. Fábula ou realidade, precisaria de um intermediário. Intermediação, naquela época, ou era de padre, de milico ou de advogado. O sacerdote costuma estar de bem com Deus; o milico com o poder; o advogado dificilmente está de bem com todos, pois a aproximação com o império, com o juiz, com o delegado de polícia e quejandos o leva a prevaricar, traindo os direitos do constituinte. Fernando terá precisado de um defensor de suas pretensões, mesmo daquele ou daqueles que dão vida a suas medidas provisórias, editadas às dúzias nesta infeliz nação. Portanto, deve observar  o exemplo de meu antepassado avoengo: aprenda a calar-se quando necessário for. Meu avô João Leitinho era imprudente. Tinha um jornal produzido em matriz plana e tipos de chumbo. Vovó vivia a catar aquilo no chão, quando os inimigos políticos, donos do poder, derrubavam a calandra.  Por sorte, a menos que me tranquem o “site”, não uso o antigo linotipo. E posso ainda redargüir ao Presidente da República. Se não pedir desculpas e se eu estiver na porta do Conselho Federal da Ordem, vai ser difícil recebê-lo, a menos que Approbato me distraia, ou dissuada, acentuando que não sou porteiro, coisa que, sei bem, ele não é capaz de fazer. Já fizemos isso nos bons tempos, em São Paulo, em hora muito pior. Brasília não será exceção. No fim de tudo, Fernando I e único, sou pequenino e você é grandão. É o rei do Brasil, mas não fale mais dos advogados. Vai precisar de um num dias desses. E esse um precisará procurar uma brecha na lei, porque, se não a encontrar, a defesa de seus direitos ficará mais difícil. Esta é a terceira praga da nação: a incontinência verbal do rei.

 * Advogado criminalista em São Paulo e presidente, no Conselho Federal da OAB, da Comissão Nacional de Defesa das Prerrogativas do Advogado.

Um Comentário sobre “As sete pragas do Egito”

  1. ivonil ferreira disse:

    AS SETE PRAGAS

    “E vi uma grande voz que dizia aos 7 anjos
    ide e derramai sobre a terra
    as 7 pragas…Hyzayon=Revelação 15,; e 16.

    Esta profecia das 7 pragas tem sido um enigma para os estudiosos das Escrituras Sagradas. Por mais ousados que sejam eles; poucos hà, que se aventuraram a tecer comentários sobre essa profecia fascinante. No entanto sendo que todo o livro do Apocalipse…é uma revelação de Yahshuah hamashiach…para mostrar aos seus servos; Hyzayon 1,1-3.
    As 7 pragas não poderia mesmo ser, um mistérios oculto como a maioria religiosa afirma ser. Como as 7 trombetas elas cobrem a história do mundo em seu aspecto militar. As 4 primeiras pragas falam da queda do império romano do ocidente com sede em Roma.
    A quinta e a sexta, mostram o fim do Império romano do oriente com sede em Constantinopla. A sétima e última praga indica o fim dos reinos do mundo e a sheni biat mashiach=a segunda vinda do mashiach.

    A 1ª PRAGA DE 378 A 410 ERA DO MASHIAC.

    E foi o 1º anjo e…derramou a sua taça e fez uma chaga maligna; nos homens que tinham o sinal da Besta, e que adoravam a sua inagem.16,2.
    Mostra aqui uma das primeiras investidas dos bárbaros ao império romano. Os romanos chamavam de bárbaros, os povos que não falavam o latim. Durante a história de Roma, são freqüentes as referencias a lutas contra esses povos. Que ameaçavam as suas fronteiras desde o século segundo. Em 410 Alarico comandante dos visigodos assediou Roma, contando com a adesão dos escravos vindos de todas as partes da Itália, e saqueou Roma incendiando-a em seguida.
    Dirigindo depois para o sul onde morreu pouco tempo depois; Hist-geral-vol 1-pg 105-Walderez de Barros.
    Pode se dizer, que o povo bárbaro foi o grande martelo, com o qual Yahweh castigou severamente o imponente império romano. Esses poderosos povos germânicos; caíram como uma grande praga maligna sobre Roma e seus habitantes.
    Os romanos já haviam desde a época de Constantino, se tornado numa grande organização religiosa formalista. O que evidenciou naturalmente numa grande apostasia da boa nova do Mashiach.
    A Igreja de Roma a partir do inicio do 3º século, já estava revestida de autoridade e poder temporal dos imperadores romanos. Constituindo-se, portanto ainda, apenas numa imagem daquilo que ela viria ser nos séculos futuros. Daí a profecia dizer que os súditos de Roma tinham o ”sinal da Besta” sendo essa apostasia porquanto, a causa dos grandes males advindos ao Império romano.

    A 2ª praga de 410 a 445 era do mashiach

    E…2º anjo derramou a sua taça no mar, que se tornou em sangue como de um morto, e morreu no mar toda a criatura vivente; 16,3.

    A segunda praga que o Eterno fez cair sobre Roma, foi realizada pelo vândalos a comando de Genserico. Essa praga fala de uma guerra marítima, onde morreu todos os guerreiros romanos.
    Diz-nos a história que no ano 445 a cidade de Roma foi tomada pela segunda vez.
    Desta feita pelo feroz chefe vândalo Genserico. Que vindo da África por mar com seus bandos guerreiros, arrasou impiedosamente a cidade de Roma. A palavra Vândalo ou vandalismo passou a ser sinônimo de destruição e devastação; Hist-geral-vol 1-pg 105-Walderez de Barros.

    A 3ª PRAGA DE 451 A 453 ERA DO MASHIACH

    E…derramou o 3º anjo sua taça nos rios e nas fontes das águas, esse tornaram em sangue;
    O terceiro flagelo que caiu sobre Roma foi comandado pelo general bárbaro Atila, terrível chefe dos hunos; conhecido como o flagelo de Deus. Resolveu lançar-se contra a Galia, após ter levado a devastação para as terras da península balcânica; chegando a ameaçar Constantinopla.
    Atila espalhou o terror pelo império a tal ponto, que todos os outros povos bárbaros estabelecidos na região, se uniram para dar-lhe combate. Comandados pelo general romano Aécio, as forças unificadas venceram os hunos nas planícies de Champagne em 451.
    Atila retirou-se para as regiões do império destruindo várias localidades, mas não conseguiu o seu intento de tomar a cidade de Roma. Com sua morte em 453 as hordas dos hunos se dispersaram, e seus 50 filhos disputaram entre si, a sua herança e o seu reino. As amargas e ferozes investidas de Atila, foram cruéis e sangrentas; e é representadas na profecia como sendo; tornando as águas em sangue, símbolo adequado dos terríveis morticínios causadas pelas batalhas bárbaras.

    A 4ª PRAGA EM 476 ERA DO MASHIACH

    E…o 4º anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo; vers 8

    Efetivamente não se trata aqui do planeta sol,e sim das terríveis conseqüências das guerras e devastações bárbaras contra o Império de ferro de Roma. Em 476 Odoacro chefe dos hérulos ultima tribo bárbara, decidiu que o ocidente não precisava mais de um imperador; e depôs Rômulo Augustolo, mandando as insígnias imperiais para Constantinopla, e ao mesmo tempo proclamando-se Rei da Itália.
    Acontecimento este que marcou o fim da antiguidade, e também do Império romano do ocidente. Odoacro tendo invadido a cidade de Roma, a saqueou e queimou com fogo os seus palácios; destruindo grande parte da cidade das 7 colinas.
    Assim o relato profético foi plenamente cumprido; os homens do Império Romano foram realmente abrasados, pelo calor cruendo dos ataques bárbaros na destruição do Império. As guerras bárbaras foram terríveis, no entanto a queda de Roma e sua destruição…o 4º animal de Daniel 7…que segundo a profecia deveria ser queimado no fogo. Foi apenas a colheita daquilo que ela semeara. O grande Império caiu como havia surgido; pela conquista. Surgindo então destas invasões bárbaras 10 novos reinos…os 10 chifres do animal de Daniel 7…passando a subsistir um pouco mais o Império romano do oriente em Constantinopla.

    A 5ª PRAGA EM 1798 ERA DO MASHIACH.

    e…O 5º anjo derramou a sua taça sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebrosos, e eles mordiam as suas línguas de dor; e por causa das suas dores…e das chagas, blasfemaram do Deus do céu; e não se arrependeram das suas obras; vers 10,11.

    Foi deveras macabro o castigo que o Eterno do céu derramou sobre o trono da besta 666…Igreja Católica Romana…no final do século 18.
    Em 1798 um forte exercito francês sitiou o Vaticano onde está a sede do papado. E aprisionou o seu chefe maior, na época o papa pio VI, e o levou exilado para a frança; onde morreu no ano seguinte(1799) com a idade de 82 anos.
    Ficando assim o Vaticano sem o brilho de sua estrela maior, o papa. Deixando pois de brilhar entre as nações naqueles dias, a soberania imponente do clero romano. Foi portanto neste sentido que o reino da besta ficou tenebroso, pois havendo ela recebido uma “ferida mortal”em 1798. Ficou apagada a sua glória até esta mesma ferida ser curada em 1929, quando pelo tratado de Latrão assinado entre o Ditador Mussolini e o Cardeal Gaspary “papa pio XI” o papa voltou então a ser novamente contado e reconhecido entre os soberanos da terra; e o estado do Vaticano voltou a sua condição de independência. Hist-geral-vol 1 pg 110-Walderez de Barros.
    Mesmo recebendo este severo castigo da parte do Eterno Yahweh. Os homens não se arrependeram das suas apostasias; e continuaram no seu caminho de desobediência.

    A 6ª PRAGA EM 1840 ERA DO MASHIACH

    E…o 6º anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates, e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do oriente;. E da boca do Dragão, e da boca da Besta e da boca do falso profeta, vi sair 3 espiritos imundos semelhantes a rãs, porque são espíritos de demônios que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha naquele grande dia do Yah-Todo-Poderoso; vers 12-16.
    O rio Eufrates se refere ao reino dos maometanos abrangidos por este rio…… Ao ser derramada a 6ª praga sobre este rio ele secou-se. Fala então da queda do império dos turcos islâmicos, ou maometanos.
    Ocorrido no ano de 1840 era do mashiach. O Império maometano havia se consolidado numa grande monarquia durante a idade média; portanto a sua queda em 1840 foi como se estivesse secado o grande rio Eufrates, e preparado um novo caminho para os reinos do oriente.
    Desde o ano de 1840 as nações permanecem divididas, não havendo mais nenhum reino imperial mundial político. A não ser o reino político-religioso da Besta 666-vaticano.
    Os 3 espíritos imundos semelhantes a rãs, que João viu sair da boca do Dragão e da Besta e do falso profeta. Falam de 3 mensagens que surgiriam depois de 1840; ou seja; no acharyt hayamim=últimos dias.
    O Dragão aqui mostra o poder politico do mundo;
    A Besta 666 é sem duvida alguma a Igreja de Roma.
    O Falso profeta é composto pelas religiões evangélicas=as filhas da mãe.
    Este quadro profético mostra, que no acharyt hayamim=final dos dias; Estes 3 poderes se uniriam em torno de buscar a paz para o mundo. Temos visto nos governantes do mundo, uma grande preocupação em trazer a paz para os povos.
    E também o papa João Paulo II tem viajado constantemente pelo mundo todo, tentando unir os povos “chegou até chamar os protestantes de irmãos separados”
    Para a sonhada paz.
    E ainda se vê as grandes religiões da terra, anunciando em brados retumbantes e frenéticos; por todos os lados…dizendo paz, paz, paz. Portanto os 3 poderes grandes do mundo atual, poder civil, igreja de Roma, e as denominações evangélicas.
    Estão deveras empenhados na luta pela paz mundial. No entanto o máximo que eles conseguirão; será levar os reinos da Terra, para a batalha daquele grande dia do Adonai Tz´vaot=Senhor dos exércitos…a batalha do Armagedom; na sheni biat do Mashiach, e final do ´ olam hazeh=era atual; e inicio do ´olam habah=era vindoura.
    Quando acontecerá a 3ª guerra mundial “guerra nuclear” que culminará com o derramar da 7ª e última praga ( 3º ai) no fim do mundo. Pois quando…andarem dizendo há paz e segurança…então lhes sobrevirá repentina destruição;1ª Tess,5,3.
    Os discípulos de Yahshuah não estarão pregando paz para este mundo perverso e moribundo que está na UTI; e sim o juízo de Yahweh sobre seus males e pecados.

    A 7ª PRAGA O FIM DO MUNDO

    E…,o 7º anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono dizendo; está feito; e houve vozes trovões e relâmpagos e um grande terremoto como nunca tinha havido desde que há homens sobre a terra, tal foi estes tão grande terremoto. E a grande cidade “Babilônia”fendeu-se em 3 partes, e as cidades”religiões” das nações caíram; e da grande Babilônia se lembrou Yahweh, para dar-lhe o cálice do vinho da indignação da sua ira. E toda a ilha fugiu, e os montes não se acharam, e sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento “40 kls”e os homens blasfemaram de Yahweh Eterno, por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era mui-grande; vers 17-21.

    Como no soar da 7ª trombeta e na abertura do 7º selo; Ao ser derramada a 7ª praga…houve no céu…vozes e trovões, e terremotos…É sem dúvida um prenúncio do final da historia e reinos deste mundo. É o 3º ai.
    Terremotos é muitas vezes símbolo de guerras, portanto este grande terremoto mostra o colapso do mundo pela última guerra mundial; nos meados do século 21 (ano 2043).
    Pois será uma guerra atômica que destruirá o mundo habitado, na batalha do Armagedom. Durante a sexta praga houve uma aliança entre os governantes do mundo, e as grandes religiões da terra. Sob o comando da Igreja Católica romana “grande Babiblônia” No entanto ao chegar as calamidades finais. Se separarão novamente, pois diz a profecia que a grande cidade “Babilônia”se fendeu em três partes.
    Isto mostra que quando o terceira guerra mundial estiver no seu clímax; os governos do mundo, a Igreja de Roma,=a mãe; e as religiões evangélicas=as filhas que compõem o falso profeta; E se uniram durante a grande aliança na 6ª praga. Se desligarão apartando-se cada qual para seu lado. Mas será muito tarde, e perecerão no fogo da ira de Yahweh-Todo poderoso; na volta gloriosa de Yahshauh Hamashiach…quando ele vier…como labareda de fogo tomando vingança dos que não conhecem a Yahweh e dos que não obedecem a boa nova do mashiach…e..para por a terra em assolação e destruir os pecadores dela. No dia em que…os céus passarão com grande estrondo, e os elementos ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há se queimarão; 2ª Tess,1,1-10. Yashayahu=Isaias 13,9. 2ª Kefah=Pedro 3,10.

Deixe um comentário, se quiser.

E