Home » Ponto Final » Morte piedosa e seus problemas

Morte piedosa e seus problemas

* Paulo Sérgio Leite Fernandes
**Gustavo Bayer
Morte piedosa e seus problemas***

____________________________________________________________________________

O Hospital Evangélico de Curitiba chega às manchetes, em 19 de fevereiro de 2013, porque a médica V. S. S., trabalhando naquele nosocômio desde 1988, foi presa porque teria induzido pacientes terminais a morrerem antes de ser o tempo. Em síntese, uma atividade cientificamente denominada ortotanásia (ou eutanásia, conforme as circunstâncias). O Hospital defende a médica, afirmando que a doutora é competente, não se tendo notícia, até o momento, de comportamento inadequado à ética médica.

A questão correspondente ao homicídio piedoso tem ocupado, de vez em quando, a imprensa mundial. Há previsão para tanto no Projeto de Código Penal para o Brasil. No momento, não se há de tecer comentários profundos respeitantes ao tema, bastando a convocação dos leitores para outras crônicas, postas neste site, atinentes ao problema jurídico em questão. Voltar-se-á ao assunto mais tarde, na medida em que se desenrolar o contraditório lá em Curitiba. Basta dizer, por enquanto, que a médica foi presa, sem razão, pois seu comportamento pretérito, segundo consta, é imaculado.

* Advogado criminalista em São Paulo há mais de cinquenta e dois anos.

** Áudio e vídeo

*** O texto é de única e absoluta responsabilidade do autor Paulo Sérgio Leite Fernandes. O intérprete Gustavo Bayer é apenas o ator.

Um Comentário sobre “Morte piedosa e seus problemas”

  1. PSLF disse:

    Comentário postado no YouTube por sercel pirani Pirani:

    Se você acordar de manhã e perceber que não tem nenhum problema para resolver, e que a vida é maravilhosa, continue deitado , pois com certeza, você esta morto, é impossível estar vivo sem ter problemas.

Deixe um comentário, se quiser.

E